Atualização por wifi

Críticas e Sugestões para melhorar o MapaRadar
zezzez
Novato
Novato
Mensagens: 46
Registrado em: 18 Set 2012, 14:49

11 Out 2012, 00:21

Apesar de ter me registrado no site há pouco tempo, sou cliente do maparadar desde 2009. Confio no site e reconheço o cuidado dos técnicos que dedicam muito do seu tempo para o bem dos outros usuários. Eu gostaria de apresentar mais algumas sugestões, sem a pretensão de ensinar a quem já conhece tudo. Sei que não são idéias novas. Apenas tive a vontade de apresentá-las. Se, do que eu apresentar, alguma coisa for aproveitada, ficarei muito feliz. Eu só quero o bem para o site maparadar. Gostaria de focar na atualização do arquivo de speedcam. Atualizar o speedcam é um processo que exige um certo conhecimento e paciência. Isso é um fator de inibição ao uso do gps. Eu tenho amigos que trabalham o dia todo com computador, conhecem planilha, word, internet etc. mas não atualizam o gps. Eles pedem que eu os atualize pra eles. E isso a cada três ou quatro meses. Eu mesmo só atualizo o meu a cada quinze dias. As sugestões que eu tenho encaminhado ao maparadar requerem atualização diária da base de dados. A atualização é que vai gerar dinheiro para o site maparadar. Criar um aplicativo atualizador já será um grande avanço (o aplicativo instalado no site maparadar analisa o navegador e instala os arquivos novos). Fiquei sabendo que essa inovação já está quase pronta. E como tornar essa atualização ainda mais simples e fácil? Resposta: wi-fi. Os atuais gps (que eu conheço) não têm wifi. A minha sugestão para o maparadar é firmar um convênio com um fabricante para produzir gps com wifi, ou fazer módulo wifi que se conecte com a saída mini usb do gps. O fabricante entra com o hardware e o maparadar com o software e a manutenção dos dados. Hoje, já existem celulares que podem se transformar em hotspot (wireless tether) e atualizar o gps sem tirá-lo do carro. Cada vez mais, os novos carros vêm com central multimídia, com gps. Além disso, em breve teremos a wimax (o wifi nas ruas), já em teste em São Paulo. Mas a minha proposta vai além. Eu proponho que além dessas características, o gps/maparadar tenha um recurso que os outros gps não têm: o fabricante e o maparadar poderiam colocar antenas wifi no centro das grandes metrópoles. Os locais adequados seriam os semáforos (que demoram um minuto ou mais para abrir). Nesse período os arquivos speedcam seriam atualizados. Outro local interessante para as antenas seriam os postos de combustível (o speedcam é atualizado enquanto o carro é abastecido). Não creio que seja impossível instalar essas antenas. O dono de um açougue em Brasília instalou antenas wifi de graça em alguns pontos de ônibus da cidade. E olha que são conexões de 10 megas! Veja matéria em http://g1.globo.com/distrito-federal/no ... do-df.html. Além de atualizar arquivos, essas antenas podem vender serviços, como: colocar na tela do gps e em áudio, informação sobre congestionamento no trajeto diário do usuário. O aparelho gps/maparadar registraria os trajetos freqüentes de cada usuário cadastrado. O wifi funcionaria nas duas vias (recebe e envia dados). Assim, o consumidor poderia contratar serviços, como o serviço de segurança. Com uma pequena taxa, o maparadar informaria no celular do proprietário se o carro dele passou em alguma antena wifi (e a localização). Esse serviço pode ser vendido junto com seguro de veículo ou separadamente. O aparelho gps/maparadar se identificaria em cada antena e mostraria os serviços contratados. Como sugestão, os serviços contratados poderiam ser: 1) avisos de mudanças no trânsito, 2) postos de combustível bem avaliados pelos usuários do site, 3) lembretes do próprio usuário, 4) quantidade de vagas naquele instante nos estacionamentos próximos (convênio com os estacionamentos), 5) serviços de apoio a taxistas, 6) pessoas cadastradas no maparadar que moram perto e fazem o mesmo percurso e que poderiam compartilhar o carro (rodízio), 7) pedido de compra de mais um gps para a família (serviços especiais para gps cadastrados no grupo família), 8) conexão com a casa, 9) abrir portão (um sensor instalado dentro da casa e ligado a uma antena avisaria o aparelho gps se há presença de estranhos na casa), 10) o motorista poderia avisar que está dirigindo sob ameaça, 11) procura de carro roubado etc. Além dos aparelhos gps, o site maparadar venderia também antenas wifi, para serem colocadas em condomínios, para controlar a entrada e saída de veículos. Venderia também para grandes estacionamentos em universidades e shoppings. O pagamento do estacionamento poderia ser feito pelo site maparadar. O aparelho gps/maparadar poderia ser um equipamento de pagamento (exemplo: pedágio). São muitas as oportunidades, que tornariam o maparadar um serviço muito diferenciado. As pessoas querem segurança, informação, conforto. Proponho que a equipe técnica faça um teste, coloquem uma antena, comecem se comunicando com celulares com wifi e que tenham app navegador instalado. Não estou falando em criar um novo navegador. A proposta é atuar no segmento de atualização, cadastro, conexão, comunicação e serviços. O cliente poderá comprar um gps/maparadar ou um módulo wifi/maparadar, com o aplicativo maparadar instalado. O importante é que o aplicativo seja exclusivo maparadar, que vai identificar se o cliente é cadastrado. Um abraço a todos.
Avatar do usuário
israel.rodriguez
Fundador
Fundador
Mensagens: 529
Registrado em: 25 Ago 2010, 01:50
Contato:

17 Out 2012, 15:30

zezzez,

Obrigado pela sugestão, mas é muito difícil tirar isso do papel para uma empresa tão pequena. São coisas que funcionariam muito bem, acredito até que podem funcionar, mas o custo para desenvolver isso é muito alto.
Att,
Israel Rodriguez
israel.rodriguez@maparadar.com
zezzez
Novato
Novato
Mensagens: 46
Registrado em: 18 Set 2012, 14:49

18 Out 2012, 16:29

Israel, grato pela resposta. Talvez em um futuro contato com algum fabricante de gps você consiga alguma notícia boa.
Responder

Voltar para “Críticas e Sugestões”